quarta-feira, 30 de novembro de 2011

////
Estamos muito famosos. Nossa assessoria de imprensa recebeu este comunicado (na verdade eu me cadastrei no site para receber informações de eventos...).

Amigos.
Na próxima quinta feira (1º/12), a partir das 19:00h o "Bloco Pára-quedista Real" se apresenta na Passa Disco para lançar o Cd "Quem me chamou pára-quedista".
Abraços,
Fábio



Rodolfo Nícolas tentou aprender frevo com Zé Carlos, mas não deu.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

////
Esperança cansa, cansa de esperar... mas eu não cansei nem minha esperança se foi! Hoje, cá estou eu trazendo minha bela e ótima opinião resenhistica sobre Karina Buhr e seu disco solo de estreia: Eu menti pra você.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

////
Desta vez nossa visita foi a Olinda, ao famosíssimo e muito falado Xinxim da Baiana.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

////
Nos dias 02 e 03 de dezembro acontece esse grande evento do cinema pernambucano que eu não poderei ir (por questões de saúde e desigualdade social)... mas aproveito e compartilho aqui com todos os meus (2) leitores.

Rodolfo Nícolas nunca foi ao Cine Chinelo...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

////
Recife tem um Museu de Arte Popular (MAP), e ele está hoje (ao menos no dia que eu fui lá rááá) com a exposição Cordéis Brasileiros, que, oBÓviamente apresenta vários cordéis nacionais.
Placa da entrada.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

////
Quem acompanhou a aventura no Bar Real (dia 29/10/11), sabe que de lá fomos para outro lugar. Paramos no Bar do Madruga.

Localizado na região de Abelardo, próximo ao Carrefour da Torre, o Bar do Madruga é o mais novo componente da linha de bares da rua. São uns 4 bares parede com parede que formam a região de Abelardo (este nome é por ele ter sido o percursor), como o países Balticos.
Ficaria muito melhor se fosse uma foto do Seu Madruga

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

////
Mais um evento aí, de grátis e com 200 apresentações no Fortim do queijo nos dias 19/11 (21h) e 20/11 (17h). Vão ter outras coisas como Feira Social, Marcha da Consciência, etc.

Visite o blog do evento para maiores esclarecimentos.

Rodolfo Nícolas só foi ao Fortim do Queijo uma vez, e achou o nome muito legal.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

////
Perdera algumas oportunidades de ver Jorge Ben Jor, antes Jorge Ben (na minha infância eu juro que achava que era artista gringo por esse nome efistaile) mas desta vez consegui.
Que belo palco!
////
Evento de Reggae com bandas de... Reggae! Este show é a reinauguração de um das mais conhecidas casas de reggae de Recife que era lá para o lado de 2 irmãos e agora tá indo pra Cruz Cabuga.

Rodolfo Nícolas não entende Reggae.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

////
Depois de um dia muito cansativo e cheio de broncas no trabalho (claro que não falo por mim, pois no momento meus maiores problemas são de resistência e termodinâmica), curtir a véspera de feriado num barzinho com várias opções e ambiente calmo vale.
O embuste do pão de alho

domingo, 6 de novembro de 2011

////
Estou muito curioso para saber como é um teatro de objetos...

Rodolfo Nícolas nunca foi em 8 países.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

////
Data: 29 de outubro do ano de 2011, 20:00.
Estabelecimento: Bar Real.
Local: Avenida 17 de agosto, Casaforte.
Fones: 3266-1889 e 3034-3434.
Características: Uma das decorações mais criativas dos bares recifenses. Conhecido por ter preços elevados, mas justificados pela qualidade do produto. Conhecido por seu público de idade avançada.
Caso: Alguns clientes solicitaram uma batata frita e alguns refrigerantes (3,30 cada). Os refrigerantes foram de pronto atendimento, porém a batata demorou aproximadamente 30min para ser entregue. Alguns pães de alho também foram solicitados, estes foram cancelados após uma espera de aproximadamente 40min.
Análise: Um dos refrigerantes foi identificado como sendo, possivelmente, ainda do período da fusão Fraquelli Vita e Brahma, que aconteceu em meados dos anos 1970. Apesar do sabor apurado do mesmo, a garrafa levanta várias dúvidas.
Este bar vende Sukita na garrafa antiga!

A batata frita também foi muito estudada. As fotos são pouco conclusivas em um primeiro momento devido a baixa qualidade das mesmas. Utilizando avançadíssimos recursos de investigação, conseguimos um efeito infravermelho do prato com a batatinha.
Foto sem tratamento

Percebe-se claramente que o tamanho do prato (em vermelho) é comparável ao tamanho das batatas (em amarelo). No momento da foto, poucas batatas restavam (das 21 iniciais) mas, sem muito esforço, nota-se uma desproporcionalidade na composição do prato. Outra desproporcionalidade notada foi o preço, bem mais salgado que a batata (8,90), não pelo sabor, mas pela quantidade. Batata análoga em sabor e constituição, porém muito mais em conta, é a do palhaço (4,50 a grande que vem o dobro da do bar em análise).
Foto com visão de calor

Conclusão: O caso da batata unido aos garçons inoperantes levaram os participantes da mesa a procurar outro estabelecimento. Os altos preços não estão, segundo essa análise, justificados.

Rodolfo Nícolas já foi melhor atendido no Bar Real.