Somos Quem?





Uma viagem pelo Recife que a gente passa todos os dias e, raramente, paramos pra observar a vida pulsante em casa esquina, em cada beco, em cada bar. Nas pessoas, nas festas, nos shows, no que tiver de particular e interessante.

Se a capital pernambucana tem mistérios, vamos desbravá-los.

Marcela Balbino nasceu em Recife e é repórter porque adora ouvir e reproduzir as histórias que escuta. O resto é blá blá blá meloso.








Mostrar minha visão dessa cidade onde vivo há 10 anos, às vezes por opção, às vezes por falta dela, às vezes por gostar, às vezes só por viver mesmo. Minha visão é distorcida e fraturada, minhas opiniões geralmente beirando o absurdo, principalmente por lá no fundinho de cada uma delas, nos locais mais escondidos, tem uma comparação com minha calma e tranquila infância e adolescência do interior.


E mostrarei minha visão, nem que seja para mim mesmo.

Rodolfo Nícolas nasceu no sertão pernambucano, na cidade de Salgueiro, a 500 quilômetros do Recife. Não, ele não é jornalista, é engenheiro mecânico.



Recifense de coração, boêmia por opção. Lorena Tapavicsky (mais conhecida como a gringa do Recife Estranho) quer conhecer todos os bares da cidade. Vive em busca do pão de alho perfeito. Recentemente, para queimar as calorias das geladas que bebe pelos cantos, adquiriu hábitos saudáveis, como andar de bike nos finais de semana.

Faz tudo isso e, na maioria das vezes, anota os detalhes para contar neste blog, que, muito enxeridamente, agora colabora.

Também abraçou o jornalismo, mas está domesticada. É assessora de imprensa.


Rafael Rocha é nosso membro honorário e ilustrador oficial do blog.

Para entrar em contato conosco, mande um e-mail para recifeestranho@gmail.com